Direito Digital e Compliance

Categorias


Direito Digital e Compliance

Nova vulnerabilidade no Google Plus acelera o seu fim

Ricardo Córdoba BaptistaRicardo Córdoba Baptista

Em outubro de 2018, a Google admitiu que problemas de segurança afetaram aproximadamente meio milhão de perfis de usuários do Google Plus. Dados pessoais, como nomes, endereços de e-mail, datas de nascimento, gêneros, fotos de perfil, locais vividos, status de relacionamento e ocupações foram expostos a terceiros. 1

Novo incidente

Dois dias atrás (10/12), a empresa comunicou uma nova falha de segurança. Informações pessoais de 52 milhões de usuários poderiam ser acessadas, sem permissão, por aplicativos de terceiros e desenvolvedores. 2

Após esse novo incidente de segurança, a Google decidiu que encerrá sua rede social em abril de 2019, em vez de agosto.

Com a descoberta desse novo bug, decidimos agilizar o encerramento de todas as APIs do Google+. isso ocorrerá nos próximos 90 dias. Além disso, também decidimos acelerar o encerramento do Google+ do consumidor de agosto de 2019 a abril de 2019.

Em função das preocupações de segurança reveladas com a API do Google Plus, a empresa optou por dar um fim a sua rede social.

Poderiam tentar torná-la mais segura, mas parece que os esforços não  valeriam a pena. Afinal, o Google Plus nunca teve apelo social, devido aos diversos (e já reconhecidos) erros estratégicos cometidos pela companhia.

Referências

  1.  Project Strobe: Protecting your data, improving our third-party APIs, and sunsetting consumer Google+: https://www.blog.google/technology/safety-security/project-strobe/
  2.  Expediting changes to Google+: https://www.blog.google/technology/safety-security/expediting-changes-google-plus/

Advogado com pós-graduações em Direito Digital, Compliance e Segurança da Informação. Graduação em Filosofia. Certificado EXIN Data Protection Officer (PDPP). Membro da Internet Society. Faz parte do escritório Silva, Santana & Teston Advogados.

Comments 0
There are currently no comments.